Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • Cada autor poderá submeter apenas um trabalho, no máximo, por categoria (artigo, boas práticas, estudos de caso e resenha)
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • A Revista da Defensoria Pública da União publica trabalhos redigidos em português, espanhol, francês, italiano e inglês.
  • No momento da submissão do artigo certifique-se que, as instruções disponíveis em "Assegurando a avaliação pelos pares cega" foram seguidas.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

 

Informações para submissão no sistema (OJS):

O(s) nome(s) do(s) autor(es) NÃO deve(m) constar no arquivo do texto a ser submetido e serão inseridos no sistema durante o processo de submissão.

No “Passo 3. Metadados da submissão (Indexação)” do processo de submissão no sistema, as informações destacadas abaixo devem ser preenchidas, para todos os autores, conforme orientação abaixo:

a) Nome, nome do meio e sobrenome: colocar o nome completo, sem abreviações, correspondente a cada campo.

b) Email: email de contato do autor e que será posteriormente disponibilizado no arquivo final da publicação.

c) ORCID iD: campo opcional, para o autor inserir seu identificador ORCID, caso desejado.

d) URL: neste campo pode-se colocar o endereço do Currículo Lattes (ex. http://lattes.cnpq.br/6805435340734497).

e) Instituição/Afiliação: vínculo institucional do Autor.

f) País: país do vínculo institucional.

g) Resumo da Biografia: indicar a formação do autor (área e instituição em que concluiu o respectivo curso) da graduação e da última titulação (indicando se especialização, mestrado ou doutorado).

 

Os artigos deverão conter:

  1. Mínimo de 10 e máximo de 25 páginas;
  2. Cabeçalho: título (português e inglês), subtítulo e nome do(s) autor(es) (no máximo até três autores);

Título: em fonte maiúscula, em negrito e centralizado (deve expressar de maneira clara o tema abordado no texto);

  1. Resumo: como síntese do conteúdo do artigo, deverá conter de 100 a 250 palavras, será redigido em voz ativa, na terceira pessoa do singular e localizado antes do início do texto.

Resumo em outro idioma: nos textos em português e espanhol, deverá ser apresentado também um resumo em inglês. Nos trabalhos em inglês e espanhol, o Editor-chefe providenciará, caso os autores não encaminhem, a tradução do resumo para o português;

  1. Palavras-chaves: até 5 (cinco) palavras significativas que expressem o conteúdo do artigo, escritas em negrito, alinhamento à esquerda, separadas por ponto e vírgula ou ponto;

Palavras-chaves em outro idioma: nos textos em outras línguas, deverão ser apresentadas palavras-chave também em inglês. Nos trabalhos em outras línguas, o editor responsável providenciará, caso os autores não encaminhem, a tradução das palavras-chaves para o português;

  1. Sumário: a informação das seções que compõem o artigo deve ser numerada progressivamente em algarismo arábico;
  2. Texto do artigo: deverá apresentar como partes uma introdução, desenvolvimento e conclusão;
  3. Citações, notas de rodapé e referências bibliográficas: devem seguir as normas da ABNT (NBR 10520 e NBR 6023). As referências bibliográficas no corpo do texto deverão ser no modelo nota de rodapé e ao final do texto deverão ser completas;
  4. Anexo: material complementar ao texto, incluído ao final apenas quando indispensável; 
  5. Tabelas ou gráficos: devem ser adotadas as “normas de apresentação tabular” publicadas pelo IBGE.

 


Modelo recomandado de artigo

1. Acesse o link para fazer o download do Modelo de Artigo recomendado.

 

As resenhas deverão conter:

  1. Até 7 páginas;
  2. Cabeçalho: Referência bibliográfica da obra original (autor, título, local, editora, ano, páginas)

Nome do(s) autor(es): indicação por extenso depois do título, alinhado à esquerda (com a devida qualificação, que deve conter a IES a qual está vinculado), antecedido da preposição “por”.

  1. Não serão aceitas resenhas de obras com mais de cinco (5) anos e de manuais.

 

 

As Boas Práticas Institucionais deverão conter:

Textos que permitam analisar o percurso da ação, suas dificuldades e seus resultados de maneira que o Sistema de Justiça possa se beneficiar da experiência, e que ela possa vir a ser, eventualmente, reproduzida em outras unidades da Defensoria.

  1. Título da boa prática (português e inglês);
  2. Justificativa;
  3. Equipe do projeto;
  4. Descrição e Objeto do projeto (inclusive indicação de financiamento, quando aplicável);
  5. Obstáculos e desafios encontrados na execução do projeto;
  6. Resultados da ação (quais os produtos ou serviços foram entregues à comunidade/público-alvo);
  7. O relatório deve ter até 10 páginas.

 

Modelo: Acesse o link para fazer o download do modelo recomendado de boas práticas.

 

Os Estudos de Casos deverão conter:

Textos que apresentam o relato de procedimentos de assistência jurídica (inclusive, casos judiciais ou extrajudiciaias) ou de decisões judiciais.

  1. Título do estudo de caso (português e inglês);
  2. Resumo do Caso; Resumo da(s) Decisão(ões); Comentários sobre a relevância jurídico-social do caso.
  3. O estudo deve ter até 10 páginas.

Modelo: Acesse o link para fazer o download do modelo recomendado de estudos de casos.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.