Educação em Direitos Humanos como instrumento para o efetivo acesso à justiça: uma análise dos projetos desenvolvidos pela Defensoria Pública do Paraná em educação de direitos

Autores

  • Marina Pivovar Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.46901/revistadadpu.i16.p173-190

Palavras-chave:

Defensoria Pública, Educação, Direitos Humanos, Acesso, Justiça

Resumo

A Defensoria Pública do Paraná, como instrumento direto do regime democrático, possui a educação em direitos humanos entre suas atribuições ordinárias. Este trabalho tem como intuito relacionar a educação em direitos humanos e o efetivo acesso à justiça, uma vez que o desconhecimento é a primeira barreira que precisa ser pessoalmente superada por um indivíduo para que ele reivindique seus direitos. O conhecimento se fundamenta tanto em saber quais são seus direitos, como quais as ferramentas existentes para exigi-los. Ainda, a pesquisa analisa as atividades desenvolvidas pela Defensoria Pública do Paraná voltadas à educação em direitos humanos, identificando os projetos multidisciplinares com caráter educacional já desenvolvidos pela instituição e o perfil desses programas.

Biografia do Autor

Marina Pivovar, Universidade Federal do Paraná

Bacharela em Direito pela Universidade Federal do Paraná

Referências

BARCELLOS, A. P. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais: o princípio da dignidade humana. 2. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

BENEVIDES, M. V. Educação em direitos humanos: de que se trata? Programa ética e cidadania: construindo valores na escola e na sociedade, São Paulo, 18 fev. 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Etica/9_benevides.pdf>. Acesso em: 12 ago. 2021.

BEZERRA, P. C. S. Acesso à justiça: um problema ético-social no plano da realização do direito. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

BITTENCOURT NETO, E. O direito ao mínimo para uma existência digna. Porto Alegre: Livraria do advogado, 2010.

CAPPELLETTI, M.; GARTH, B. Acesso à justiça. Tradução: Ellen Gracie Northfleet. Porto Alegre: Fabris, 1988.

DEFENSOR público-geral é reconduzido e defensores públicos aprovados no III concurso tomam posse. Defensoria Pública do Estado do Paraná, Curitiba, 6 nov. 2019. Disponível em: <http://www.defensoriapublica.pr.def.br/2019/11/1637/Defensor-Publico-Geral-e-reconduzido-e-Defensores-Publicos-aprovados-no-III-Concurso-tomam-posse.html>. Acesso em: 15 nov. 2020.

ESTEVES, D.; SILVA, F. R. A. Princípios institucionais da Defensoria Pública. Rio de Janeiro: GEN/Forense, 2014.

MADEIRA, D. L. H.; AMORIM, R. F. Educação em direitos: a pedagogia do oprimido e a atuação da Defensoria Pública como instrumentos de fortalecimento da cidadania. In: RODRIGUES, H. W.; SANCHES, S. H. D. F. N.; AGUIAR, A. K. V. Direito, educação, ensino e metodologia jurídicos. Florianópolis: Conpedi, 2014, p. 1-17.

PARANÁ. Defensoria Pública do Estado do Paraná. Deliberação CSDP Nº25, de 30 de novembro de 2018. Regulamenta o curso de preparação à carreira de Defensor Público em estágio probatório. Diário Oficial Paraná, Curitiba, 1 dez. 2018. Disponível em: https://www.defensoriapublica.pr.def.br/arquivos/File/Legislacao/Deliberacoes_CSDP/Deliberacao_25_de_2018_-_Consolidada_com_10_e_24-2019.pdf. Acesso em: 24 ago. 2021.

______.Defensoria Pública do Estado do Paraná. Resolução DPG nº 010, de 19 de janeiro de 2021. Diário Oficial Paraná, Curitiba, 20 jan. 2021. Disponível em: <http://www.defensoriapublica.pr.def.br/arquivos/File/Transparencia/Pessoal/Antiguidades/RES_010-2021_ANTIGUIDADE_MEMBROS_2021.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2021.

______. Defensoria Pública do Estado do Paraná. Resolução DPG nº 011, de 19 de janeiro de 2021. Diário Oficial Paraná, Curitiba, 20 jan. 2021. Disponível em: <http://www.defensoriapublica.pr.def.br/arquivos/File/Transparencia/Pessoal/Antiguidades/RES_011-2021_ANTIGUIDADE_SERVIDORES_2021.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2021.

______. Defensoria Pública do Estado do Paraná. Tabela – Ofícios de Defensoria Pública do estado. Curitiba: DPE-PR, 2021. Disponível em: <https://www.defensoriapublica.pr.def.br/arquivos/File/Institucional/EC_80_ANEXO_2.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2021.

REIS, G. A. S. Educação em direitos e Defensoria Pública: reflexões a partir da Lei Complementar nº 132/09. In: RÉ, A. I. Temas aprofundados de Defensoria Pública. Salvador: JusPodivm, 2014. p. 717-744, v. 1.

______; ZVEIBIL, D. G.; JUNQUEIRA, G. Comentários à lei da Defensoria Pública. São Paulo: Saraiva, 2013.

RODRIGUES, R. B.; ARRUDA, D. T. B. T. Defensoria Pública à luz da LC 132/2009: das raízes institucionais à atuação extrajudicial como função prioritária. In: CLÈVE, C. M. Direito constitucional brasileiro. São Paulo: Revista dos tribunais, 2014, p. 916-938, v. 2.

SADEK, M.T.A. Acesso à justiça: porta de entrada para a inclusão social. In LIVIANU, R., cood. Justiça, cidadania e democracia. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisa Social, 2009, p. 170-180.

SANCHES, S. H. D. F. N.; AGUIAR, A. K. V. Direito, educação, ensino e metodologia jurídicos. Florianópolis: Conpedi, 2014.

Downloads

Publicado

03-12-2021

Como Citar

Pivovar, M. (2021). Educação em Direitos Humanos como instrumento para o efetivo acesso à justiça: uma análise dos projetos desenvolvidos pela Defensoria Pública do Paraná em educação de direitos. Revista Da Defensoria Pública Da União, (16), 173-190. https://doi.org/10.46901/revistadadpu.i16.p173-190