De Truman a Trump: o ethos de presidentes dos Estados Unidos da América em discursos na assembleia geral da ONU

  • Érico Lima de Oliveira Doutorando em Direito Internacional pela USP - Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo e em Direito Internacional pela University College London - Defensor Público Federal
  • Mariana Sebalhos Jorge Doutoranda em Direito Internacional pela USP - Mestre em Direito Internacional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Palavras-chave: Retórica. Direito Internacional. Ethos. Persuasão.

Resumo

O presente artigo visa analisar o ethos de presidentes dos Estados Unidos da América em discursos proferidos na Assembleia Geral da ONU, do presidente Harry Truman ao presidente Donald Trump. Em um primeiro momento será realizada uma análise da retórica na construção do ethos, visto como o caráter do orador, como a imagem que este transmite ao seu auditório. Dessa forma, a análise dos meios de persuasão, das características essenciais do orador e a existência de um ethos pré-discursivo e de um ethos discursivo, será fundamental para que, em um segundo momento, seja possível a análise do ethos dos presidentes estadunidenses. A retórica é uma importante ferramenta utilizada no direito internacional, por meio da qual os países estabelecem as suas relações, os seus interesses, e as suas negociações no sistema internacional.

Publicado
08-11-2019